O melhor sistema de reservas online: pago?

Frequentemente, os fornecedores de sistemas de reservas cobram aos restaurantes pelos seus serviços, ou seja, uma taxa de reserva para cada cliente. Mas isto não tem de corresponder à realidade!

O melhor sistema de reservas para restaurantes online não acarreta taxas. Neste artigo, explicamos como o seu restaurante pode beneficiar do melhor sistema de reservas que se adapta às suas necessidades.

sistema de reservas online
Imagem 1. Money, autoria do Pictures of Money no Flickr

O melhor sistema de reservas online para restaurantes: histórico

Fazer reservas nos restaurantes é uma prática que data do século XVIII e perdura até aos nossos dias

Com a crescente popularidade dos restaurantes entre as classes médias tanto em Paris como em Londres, a aristocracia permitiu aos clientes reservar uma mesa à sua vontade. Os restaurantes dividiam os seus interiores para acomodar os clientes que reservavam

E desde quando é que se teve de pagar pelas reservas num restaurante?

Desde o início dos anos 2000, começaram a surgir empresas informáticas orientadas para as reservas. À medida que foram crescendo, criaram um sistema de taxas de reserva para cobrar aos restaurantes. 

Logicamente, um método de taxa de reserva destina-se a financiar a empresa fornecedora e não o restaurante, o que dificulta a transição de um sistema de reserva de papel-e-pena para um sistema de reserva digital.

Felizmente, existe um sistema de reservas que se adapta a todos os restaurantes. Hoje em dia, o melhor sistema de reservas para restaurantes online cobra muito, muitíssimo menos pelos seus serviços.

Imagem 2. 25400003, autoria do Robin Hall no Flickr

Plataforma de reservas online: por que pagar por reservas?

Em suma, é um modelo de negócio. 

A razão de ser destas taxas de reserva tem a ver com a comodidade que essas empresas proporcionam. Apoiam os restaurantes e satisfazem as necessidades do negócio, ou seja, permitem registar as reservas dos clientes e manter óptimos níveis de facturação. Assim, a empresa informática fornece um serviço, e uma taxa é paga por cada cliente.

Tudo isto suscita questões sobre as regras básicas da indústria da restauração

No passado, ao processar reservas, um restaurante nem sequer pagava um cêntimo. É verdade que os restaurantes poderiam contratar profissionais que assumissem essas tarefas, atendessem o telefone e tomassem nota dos dados dos clientes. A taxa de reserva é um conceito que não tinha existido até agora.

Não tem lógica! Com um fornecedor de sistema topo de gama, o seu restaurante vai pagar por servir clientes que já tenham resolvido comer no seu estabelecimento. É como se estivesse a pagar para atrair clientes, mas na realidade só está a pagar para gerir reservas.

Durante anos, os especialistas têm debatido se os clientes deveriam pagar estes custos eles próprios. Alguns argumentam que esta é uma boa ideia porque permite aos restaurantes gerirem a procura de forma mais eficiente (um modelo orientado para a procura assegurará que os clientes venham em horários de menor actividade porque as mesas dos restaurantes são mais baratas).

Impor uma taxa aos restaurantes pela utilização das suas próprias mesas é injusto. Mesmo que os restaurantes optassem por cobrar aos seus clientes para assumirem as suas próprias reservas a fim de equilibrar os custos, o preço total do sistema deveria ainda assim ser tido em conta.

Imagem 3. Chartier, autoria do Mack Male no Flickr

Plataforma de reservas online: como funciona a taxa de reserva


Os preços contratuais, os pagamentos únicos e as reservas limitadas são exemplos de como as empresas informáticas gerem os custos. Em geral, os softwares decompõem as taxas de reserva através de um sistema de pagamento conforme a utilização.

Quer seja a plataforma em si ou o módulo interactivo (widget) no seu website, é uma taxa fixa. Caberá ao seu negócio pagar por cada reserva feita por um cliente. Por exemplo, uma mesa custa 1 euro, duas mesas custam 2 euros, e assim por diante.

Estes preços, por si só, podem parecer pouco significativos, e até mesmo barganhas mas, na realidade, esta mensalidade faz com que as receitas diminuam. Analisemos estas situações. 

Digamos que tem um pequeno restaurante que, em média, serve 320 comensais por mês. De repente, o seu restaurante torna-se cada vez mais popular. Percebendo este aumento da procura, resolve optar por um sistema de reservas que cobra 25 cêntimos por comensal. 

No início, esta é uma pequena quantia, mas no final do mês torna-se considerável. Assim, a empresa informática cobra-lhe 80 euros em taxas por jantar. A isto terá de acrescentar uma taxa de subscrição e outros custos relacionados, mas como é relativamente baixa, pensa que esta taxa é razoável.

Vamos supor que a taxa por restaurante é de 2 euros. Nesse caso, as coisas encarecem mais. O seu restaurante, que serve 320 jantares por mês, tem de pagar 640 euros, ou seja, uma boa parte dos custos apenas para gerir as reservas. A má notícia é que, à medida que o seu restaurante se torna mais popular ou o número de mesas aumenta, este valor também irá aumentar. 

Se ainda estiver a ponderar a contratação deste tipo de sistema, calcule as suas reservas mensais para orçamentar as taxas por cliente

E não se esqueça que também deve ter em conta os “no-shows”. Se um cliente faltar à sua reserva, o restaurante terá de pagar uma taxa por cliente e uma mesa desocupada, sem facturar nada em troca. Embora alguns sistemas de reserva ofereçam a possibilidade de marcar uma reserva como “no-show” e evitar os respectivos custos adicionais, os prazos reduzidos acarretam frequentemente uma perda de dinheiro para os restaurantes.

Tendo em conta tudo isto, só lhe resta uma opção: o melhor sistema de reservas de restaurantes online disponível no mercado, de baixo custo e sem custos adicionais.

Qual é o melhor sistema de reservas online para restaurantes?

As empresas informáticas vender-lhe-ão o seu produto e justificarão as políticas de tarifação por refeição com uma mão-cheia de argumentos.

  1. Um sistema de reservas para restaurantes atrai mais clientes. Os lembretes automáticos direccionam-se a clientes que já tenham feito uma reserva. Receberão lembretes por mensagens para se certificarem de que não faltam à sua reserva. Estes são certamente muito úteis e ajudam a reduzir a possibilidade de os restaurantes ficarem encalhados com a reserva.
  2. Uma plataforma de reservas online aumenta a exactidão da lista de clientes. Graças à tecnologia, uma plataforma de reservas online elimina todos os erros ocasionais que ocorrem com um sistema de caneta e papel. Uma plataforma de reservas online permite ao cliente seleccionar o número correcto de comensais por mesa e digitar correctamente o seu nome.
  3. O melhor sistema de reservas para restaurantes em linha fornece uma análise de dados, que dá ao seu restaurante informações chaves para melhorar o serviço no futuro.

Em suma, estes argumentos soam bem, mas e que tal se pudéssemos processar digitalmente as reservas sem despender muito dinheiro? 

Experimente o melhor sistema de reservas para restaurantes online. A Carbonara App é o sistema de reservas mais econômico do mercado . Contacte-nos e diga como podemos ajudar-lhe!